29 de agosto de 2011 Tag: , ,

Pra Pensar: Porque mulheres amam sapatos?

É uma questão social e histórica! Pesquisas revelam que mulheres amam sapatos por questão de poder e status para o universo feminino. De acordo com o estudo comportamental, realizada pela Giacometti Comunicação, a relação da mulher com os sapatos é de “consumidoras- colecionadoras”.

Mulheres e sapatos

Vou citar dois filmes que tem o sapato como objeto de “discussão” social e capitalista.

No filme Filhos do Paraíso, duas crianças (menina e menino – irmãos) dividem o mesmo par de sapato para frequentar a escola. A grande questão do filme NÂO é SAPATOS, mas sim a diferença social.

No trailler abaixo é uma das cenas em que ela corre pra trocar com o irmão e quase perde um par do tênis, a inconveniência em ter que dividir um sapato e usar calçado de menino. Os sapatos é um dos objetos que definem a diferença de classe social, só os mais abastados é que possuem mais de um par de calçados, ou tênis.

no filme Sex and the City uma mulher deseja ter um closet, enorme, que comporte a sua coleção de calçados. O ápice do consumismo feminino e do desejo insaciável por pares de sapato. Ou seja, o problema não é a falta de um calçado, mas, como guardá-los.

Tem várias cenas do filme que demonstra o desejo da personagem por sapatos da moda e sua paixão pelos modelos de Manolo Blahnick. Em uma delas Carrie Bradshaw conhece o apartamento que irá morar, em um closet vazio coloca seu novo par “exemplar” azul do estilista espanhol.

mulheres amam sapatos de salto modelo azul manolo espanhol
Imagem Reprodução

 

Você já comprou algum sapato que nunca usou? Já comprou mesmo não sendo confortável? Já comprou um modelo ‘bizarro”?

Sapato é objeto de desejo, toda mulher é uma colecionadora em potencial.

abraços!

  1. Eu amoooo sapatos,em especial sapatilahs, ja perdi a conta de quantas tenho,mas uso todas ,nunca comprei um sapato que nao tivesse usado mesmo que seja poucas vezes.Bjs

  2. Lu, confesso que já fui muito consumista nessa questão de calçados. Hoje estou mais "quietinha", tanto pelo lado financeiro, quanto pela questão de peso na consciência por consumo excessivo.
    Não sei se você lembra de uma loja de Sapatos, Scarlett Calçados? Tinha em BH e tem um tempinho que fechou. Lembro que comprei dois sapatos iguais por lá(somente de cor diferente) e não esqueço de uma sandália de salto que comprei no Feira Shop e nunca usei (já até dei a mesma para outra pessoa).
    Mas, continuo vidrada em sapatos, só não tenho mais vontade de comprar salto. Engraçado, né?

 

Deixe seu comentário