29 de abril de 2013 Tag: , , , ,

O Caraça está entre as 7 maravilhas da Estrada Real

A Serra do Caraça fica próximo à cidade Santa Bárbara; é uma reserva ecológica e patrimônio ambiental perto de Belo Horizonte; faz parte do roteiro Estrada Real. Um ótimo passeio para fazer com a família ou em grupo de amigos; conhecer as cachoeiras, em um final de semana e feriado prolongado.

Serra do Caraça

Sobre Serra do Caraça e Santa Bárbara

Saindo de Belo Horizonte passamos por Sabará, Caeté, chegamos em Barão de Cocais depois de 14h da tarde. Nossa primeira decepção! Não conseguimos achar lugar para almoçar, fizemos um lanche em uma padaria (razoável). Imaginava que a cidade tivesse preparada para turistas que passam por lá, engana-se quem pensa o mesmo.

A cidade Santa Bárbara fica uma distância de 98 quilômetros à Belo Horizonte, pertence ao Circuito do Ouro e possui construções históricas do século XVIII. Infelizmente deixou a desejar no quesito infraestrutura para o turismo. Apesar de ser “ponto de referência” para a Serra do Caraça, não possui um transporte (como ônibus) que faça o traslado de Santa Bárbara para o Santuário na serra. Conversando com o dono da pousada em que ficamos, ele disse que a cidade e os moradores sofrem com a falta de incentivo para o turismo mineiro.

Santa Bárbara

Ficamos em um hotel simples, com preço bem em conta, também percebi essa falta de infraestrutura para turismo. Resolvemos não pesquisar hospedagens e nem preços; mas o Hotel Quadrado é o mais charmoso e fica bem próximo a um restaurante também muito bacana que fica em uma estação de trem desativada. Se não me engano!

É aquele tipo de cidade mineira que poderíamos ir com frequência nos fins de semana (pra quem mora em BH), infelizmente possui muitos problemas quanto aos serviços disponíveis.  Apesar de não termos muita opção de restaurantes – à noite – em Santa Bárbara; conhecemos um dos melhores que é o Bar da Estação, onde tem uma réplica de trenzinho (as crianças adoram).

Parque natural Serra do Caraça

No dia seguinte fomos fazer o passeio ao parque natural da Serra do Caraça, saímos cedo e na estrada tem uma variedade em pousadas bem bonitinhas. Paga uma taxa de R$7,00 por pessoa, na entrada do parque, esse valor é para quem não está hospedado no hotel que fica dentro da reserva. Conhecemos a piscina natural que fica no início da subida, recebemos um mapa e algumas instruções já na entrada. Onde fica a piscina natural é lindo, mas têm que levar lanches, bebidas e repelente caso queira ficar um pouco mais de tempo. E a água nem preciso dizer que é gelada, fica na serra, né?

Subimos em direção ao Hotel, refeitório e ruínas do caraça. Um lugar para chamar de mágico! Mais uma vez fomos surpreendidos com uma chuvinha que nos impediu de seguir até uma cachoeira próxima. O tempo não estava muito a nosso favor, mesmo assim é um lugar que vale a pena conhecer até “debaixo d’água”. Natureza e beleza exuberante!

Serra do Caraça

Na parte mais alta estão a Pousada do Caraça, refeitório e lanchonete para visitantes, as ruínas do parque, museu, calvário e outras cachoeiras. É possível contratar guias, comprar camisetas e presentes do santuário.

No local apreciamos a natureza, fazemos ecoturismo, podemos ter aulas de educação ambiental. Além disso, temos acesso a conhecimentos sobre reciclagem, sustentabilidade e Geografia.

Para quem não é de Minas Gerais e vier conhecer a região do Caraça ou tiver poucos dias para o passeio, o ideal é ficar hospedado no próprio parque. Apesar do preço do hotel ser um pouco acima dos valores das pousadas que ficam fora da reserva, acho que vale a pena.

Quem é de Belo Horizonte e tem a opção de voltar outras vezes, pode conhecer a região com calma. Daí vale a pena ficar em Santa Bárbara ou mesmo em uma pousada próximo ao parque.

Quem conhece a Serra do Caraça e quer compartilhar outras informações? Deixe seu comentário!

Abraços!

     

    Deixe seu comentário