15 de outubro de 2014 Tag: , , , ,

Museu do sapato pra contar história

O museu é um lugar especial onde podemos apreciar a preservação de objetos antigos, coleções, resgatando uma cultura passada. O sapato não pode ficar de fora desse contexto já que também faz parte da história do vestuário, os calçados foram se transformando ao longo dos anos se adequando as nossas necessidades e comportamento.

Para visitar o Virtual Shoe Museum nem precisamos sair de casa, dá pra pesquisar o designer responsável pela criação de vários modelos e tipos de sapato. Analisar estilo dos calçados dentre a maior coleção do mundo de sapatos históricos. Vale a pena a visita!

salto alto virtual shoe museum

Tem alguns modelos de salto alto bem diferente, outros bem modernosos. Esse branco foi utilizado um material de couro e vidro no calcanhar pela designer de sapatos Iva Minkova. No Virtual Shoe Museum é possível pesquisar outros calçados de salto baixo e tênis.

Outro museu de sapato conhecido é o Bata Shoe Museum que fica em Toronto no Canadá. São quatro galerias e mais de 4.500 anos de história do calçado. Apesar de podermos ver algumas coleções pelo site, o mais interessante seria visitar e ver tudo de pertinho. Deu muita vontade!

O Museo Del Calzado, que fica em Elda na Espanha; tem bibliotecas, fotografias e oficinas do setor de sapatos. A cidade é um pólo de fabricação de calçados desde o séc.XVIII, nada mais justo que  em 1999 fosse inaugurado esse espaço de cultura e informação.

Museu do sapato na Espanha

Aqui no Brasil tem o Museu Nacional do Calçado, que fica em Novo Hamburgo – R.S. Com um acervo de sapatos fabricados antes do séc. XII até XXI, tem também um atelier virtual.

Uma ótima dica para quem é estudante de moda, uma verdadeira viagem pelo mundo do sapato. O mais bacana é poder fazer pesquisa virtual, não é mesmo?

história do sapato no museu

Os sapatos no Museu de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul.
Modelos usados nos anos 80 e nos anos 70

Se você conhece ou já ouviu falar de um outro museu de sapato, deixe um comentário.

abraço!

     

    Deixe seu comentário