25 de agosto de 2012 Tag: , ,

Palavras em fotos com luz, cachaça e muita cultura

Todo final de semana vou tentar postar as imagens registradas nos últimos dias. São uma série de posts designados palavras em fotos. 

Alguém arrisca um palpite sobre onde foram feitas essas fotografias  abaixo?

palavras em fotos com cultura em Belo Horizonte

palvras em fotos por outro ângulo das escadas no museu Belo Horizonte

palavras em fotos com mais escadas em arabesco no museu Belo Horizonte

palavras em fotos com porta para cultura Belo Horizonte

moda e fotos no museu de Belo Horizonte

Cultura Belo Horizonte

Cultura Belo Horizonte

Palavras em fotos são posts com uma sequência de imagens feitas em um único lugar da cidade Belo Horizonte ou de alguma viagem.

P.S: Tô programando algo bacana para esse tipo de post…. Por exemplo: A pessoa que acertar primeiro, o local exato, ganha um prêmio.

Abraços!

19 de agosto de 2012 Tag:

Doces ou travessuras?

Doces ou travessuras? Os dois se complementam, fazem parte de um contexto em total sintonia, em harmonia da brincadeira. Imagens ou texto?  Nem sempre as palavras devem ser utilizadas para definir uma imagem, um texto após uma foto pode nos tirar o prazer da percepção pessoal. Entretanto evita distorção de entendimentos, fazendo com que textos e imagens se completem.

Logo abaixo poderemos sentir o prazer dos doces em fotografias, visualizar imagens que valem mais do que texto, e nos divertir com travessuras de crianças.

Doces ou travessuras em fotos

A dúvida não é doces ou travessuras

Dúvida de criança com doces e travessuras

Hoje não quero descrever minhas fotografias, fique a vontade para olhar, definí-las e criticar. É um pouco do que me inspira, me diverte e deixa o meu dia bem mais doce (no sentido literal da palavra).

Abraços!


17 de julho de 2012 Tag: , ,

Os detalhes na fotografia, não são apenas detalhes …

É uma história! Um olhar, um botão, um meio sorriso, uma expressão, detalhes na fotografia que fazem diferença no dia-a-dia e nos momentos. Pequenos objetos que ninguém vê, aquilo que poderia ter se perdido no tempo, mas que foi registrado em uma fotografia.

detalhes na fotografia com Clube das Blogueiras BH

Detalhes tão pequenos de nós dois, de nós três e do mundo que nos rodeia. A fotografia é uma história contada nos mínimos detalhes. Uma imagem vale mais que mil palavras, cada um pode interpretar da sua maneira, decifrar ou não aquele momento.

detalhes na fotografia com Alessandra Faria

Detalhes que nos fazem voltar no tempo, aqueles que se foram, mas que não ficaram perdidos, estão aqui registrados em imagens.

detalhes na fotografia com mulheres no volante!

Leia mais um texto sobre detalhes e trabalho de fotografia.

P.S: Fiz essas imagens em um dia de encontro com amigas que fazemos pela Internet, pessoas que poderíamos não ter conhecido se não fosse os blogs e os pequenos detalhes do dia-a-dia. Alessandra Faria (Estilo e Maquiagem) está nos detalhes de alguns momentos da minha vida.

Abraços!

18 de junho de 2012 Tag: ,

Fotografando Belo Horizonte e a biblioteca pública

Poderia passar horas fotografando Belo Horizonte, amo essa cidade e seus prédios Art Decó em contraste com as construções modernas. Na praça da liberdade uma das características marcantes são os prédios projetados por Oscar Niemeyer entre o estilo neoclássico; uma arquitetura que faz parte da História da capital mineira.

Fotografias na praça da liberdade

Obras de Oscar Niemeyer em Belo Horizonte
Obras de Oscar Niemeyer em Belo Horizonte
Obras de Oscar Niemeyer em Belo Horizonte

Tem fotógrafo que se especializa em registrar arquitetura, produzir material de memória das grandes construções de uma cidade é tão bom pra quem é turista, quanto pra quem trabalha na área ou gosta de apenas registrar imagens em geral.

Sempre que passo na praça da liberdade fico imaginando uma foto. Não resisto, tenho que fotografar os prédios em seu entorno, e a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa.

Mais do que isso, depois dá vontade de ficar brincando com a infinita possibilidade de mudanças de cores e saturação.

Quem mais gosta de fotografar arquitetura? Vem pra Praça da Liberdade fazer belas imagens de Belo Horizonte.

Abraços!

25 de maio de 2012 Tag:

Filosofia da imagem com a folha e a formiga

Parece nome de livro infantil, mas, é uma fotografia. É um tal de querer contar histórias em pequenos retratos, às vezes uma filosofia da imagem.

Filosofia da imagem em a folha e a formiga

A gente percebe o quanto gosta de registrar fotos, quando começa a ter várias histórias (das mais variadas) em imagens. Os detalhes são imprescindíveis, e não ficamos satisfeitos com apenas uma máquina ou uma lente. É preciso estar devidamente equipado e pronto pra registrar uma foto a qualquer momento.

A Fotografia é arte, prosa, verso, história, poesia, pesquisa. E, vale mais que mil palavras? Acho que nem sempre! Mas, sem uma ilustração (ou imagem) tudo fica com menos cor e entendimento. Tudo fica sem detalhes!

E pra quem como eu quer ler mais sobre o assunto, indico a leitura de alguns ótimos blogs sobre fotografia.

Dicas de Fotografia

O Meu Olhar

Fotografe uma ideia

Notícias e Oficinas de Fotografia no Tela Brasil

Será que dá pra aprender mais sobre fotografia na Internet? Mais dicas sobre sites ou blogs deixe informação nos comentários.

Abraços!

16 de abril de 2012 Tag: , , , ,

Retratos da Deriva em BH

Retratos da deriva é o projeto que reúne imagens realizadas na Fundação Clóvis Salgado me fez pensar sobre as questões do estar à deriva. O significado da palavra e o seu contexto  é não ter rumo certo, é a interferência no seu destino.

“Os ventos sempre gostam de soprar em sentido contrário ao destino de muitos, navegantes ou não.”  Fonte: Recanto das Letras

Retratos da Deriva com ilustração

Imagem: Blog Idéias à Deriva

À Deriva é filme, mas, também é poesia, arte, nome de livro. E no caso desse projeto da Fundação Clóvis Salgado é exposição de fotografias, imagens de um momento, concurso.

No entanto me faz refletir sobre as minhas ações, os meus sonhos, a minha vida! “É impossível fugir da deriva se não conhecemos as águas que navegamos.” Fonte: Recanto das Letras.

De qualquer forma fiquei aqui à deriva, meio sem rumo, só pra falar de um concurso bem bacana de fotografias. Eu já fiz algumas imagens no  Centro de Arte Contemporânea e Fotografia, em Belo Horizonte. Vá no site leia o regulamento e participe.

“As inscrições são gratuitas e ficam abertas até 30 de junho de 2012. Os interessados poderão se inscrever do primeiro ao último dia de cada mês.  O número de fotografias por participante é ilimitado e todos podem participar durante o período completo do concurso.”

Leia mais sobre o projeto Retratos da Deriva.

Abraços!