21 de maio de 2014 Tag: , ,

Volto já, vou ali ser feliz, vou fotografar!

Vou ali ser feliz, volto já! Vou ali porque preciso fotografar, vou ali registrar sentimentos e emoções. Quando penso nessa frase, eu penso em poesia; normalmente associo fotografias a versos ou contação de histórias. É como um álbum, narrado em imagens que valem mais do que mil palavras.

Pesquisando sobre projeto autoral, que é o mais bacana em termo de arte no campo da fotografia, encontrei a Super Mamika. Uma senhora cheia de estilo, com ares de heroína de histórias em quadrinhos.

volto já com mais Mamika

Volto já, vou me inspirar com fotografias da super Mamika.

Vou ali ser feliz significa (pra mim) que vou fotografar sentimento, algo que realmente emocione alguém. Sinto falta disso, sabe? De conseguir registrar coisas do coração, imagens que me toquem de alguma forma, sinto falta de fotografar ação e movimento inesperado.

Volto já, Mamika vai viajar

Vou viajar e ser feliz com Mamika, minha inspiração de quarta-feira.

Volto já, preciso fazer fotos incríveis que registrem um momento único Imagens com sorrisos, com flores, com dança, com expressão!

Sinto falta de me dedicar a projetos dento de um contexto, uma única linguagem com cenários divertidos nas fotografias, como esse da vovó heroína que usa tênis branco com meia calça escura sob saia de tule.

super-mamika-goldberger-sascha2

Mamika tem estilo próprio e original, usa cores e senso de humor!

Tem foto que registra amor, tolerância, que nos faz chorar! Tem algumas imagens que são chocantes, tem beleza no meio de tanta tristeza, tem arte no caos. Na contramão, tem fotografia divertida e diferente!

mamika mia volto já

Sinto que preciso registrar coisas do coração com um pouco de humor! Será que consigo?

Abraços!

18 de fevereiro de 2013 Tag: , , ,

Vem cá e me dá um abraço?

Há um bom tempo atrás eu escrevi um texto sobre o “Abraço”, era algo sobre como é bom estar ao lado das pessoas que a gente gosta. Infelizmente eu perdi esse pequeno texto quando mudei a plataforma do blog.

Ao fazer o registro de um domínio, tive que fazer a transferência de posts. Eu acabei deletando o blogger e realmente perdi os textos mais antigos. Mas a foto que acompanhava o texto eu tenho até hoje e por esse motivo resolvi fazer esse post: Vem cá e me dá um abraço?

Essa imagem é para recordar e me faz sentir saudades… saudade boa! É o tipo de fotografia que faz da recordação uma verdadeira poesia.

Um abraço para recordar em fotografias e poesias

FOTOGRAFIA: UM ABRAÇO PARA RECORDAR COM POESIA

É tão bom ser abraçado com carinho! Quantas vezes não prestamos atenção em quem está ao nosso lado, deixamos passar despercebido que as pessoas precisam de atenção e de um simples abraço.

O abraço é um laço, sem nó… transmite energia positiva, é bom retribuir, faz a gente esquecer de tudo por um momento, alivia algumas dores e não tem contra indicação.

“Tudo que você pensa e sofre
dentro de um abraço se dissolve…”

“Onde, afinal, é o melhor lugar do mundo? Meu palpite: dentro de um abraço.”

Martha Medeiros Fonte: Pensador

Você já deu um abraço em quem mais ama?

Abraços!

2 de setembro de 2012 Tag: , ,

Domingo é poesia!

Domingo é aquele dia para ficar com a família, vamos a um parque, também é dia de cinema. Domingo é poesia em descanso!

O domingo é um dia de reflexão, que antecede uma nova jornada de trabalho. É dia pra pensar no lado bom da vida! Por isso resolvi compartilhar uma fotografia minha, junto com uma poesia, essa imagem foi escolhida pela Fundação Clóvis Salgado no projeto Retrato da Deriva. Na época que foi selecionada ficou no site durante um mês para votação do público, mas mesmo não ganhando o prêmio fiquei muito feliz de poder ver o meu trabalho no portal do Palácio das Artes.

Registrei essa imagem em uma exposição no Centro Arte Contemporânea e Fotografia – em Belo Horizonte. A poesia vem em seguida, um texto que faz conexão com a cidade do meu coração e a beleza da mulher. Mais do que isso, reflete meu sentimento sobre um retrato, reflete feminilidade com liberdade.

Domingo com fotografia e poesia do Abraço Mundo

 

Na ponta dos pés, como bailarina!

Na Praça da Liberdade

Dançando

belas pernas em contraste com o sol

debaixo das curvas da saia de voil

pisando lentamente sobre degraus do coreto

pura feminilidade

vaidade

cores e sons de violino vibrando

cabelos e tecidos ao vento

os pés descalços pela cidade

gira bailarina!

E como também é dia bom para ir ao cinema confira agenda BH.

Um bom domingo!

Abraços!

16 de abril de 2012 Tag: , , , ,

Retratos da Deriva em BH

Retratos da deriva é o projeto que reúne imagens realizadas na Fundação Clóvis Salgado me fez pensar sobre as questões do estar à deriva. O significado da palavra e o seu contexto  é não ter rumo certo, é a interferência no seu destino.

“Os ventos sempre gostam de soprar em sentido contrário ao destino de muitos, navegantes ou não.”  Fonte: Recanto das Letras

Retratos da Deriva com ilustração

Imagem: Blog Idéias à Deriva

À Deriva é filme, mas, também é poesia, arte, nome de livro. E no caso desse projeto da Fundação Clóvis Salgado é exposição de fotografias, imagens de um momento, concurso.

No entanto me faz refletir sobre as minhas ações, os meus sonhos, a minha vida! “É impossível fugir da deriva se não conhecemos as águas que navegamos.” Fonte: Recanto das Letras.

De qualquer forma fiquei aqui à deriva, meio sem rumo, só pra falar de um concurso bem bacana de fotografias. Eu já fiz algumas imagens no  Centro de Arte Contemporânea e Fotografia, em Belo Horizonte. Vá no site leia o regulamento e participe.

“As inscrições são gratuitas e ficam abertas até 30 de junho de 2012. Os interessados poderão se inscrever do primeiro ao último dia de cada mês.  O número de fotografias por participante é ilimitado e todos podem participar durante o período completo do concurso.”

Leia mais sobre o projeto Retratos da Deriva.

Abraços!