25 de junho de 2014 Tag: , ,

Aliado da dieta, vinho branco ajuda afinar silhueta e previne problemas cardíacos

o vinho branco como aliado na dieta

Bebida milenar, apreciada por nobres, símbolo de romantismo e objeto de estudo. O vinho é conhecido no mundo todo há milhões de anos e conquista apreciadores que se encantam com seu aroma e capacidade de ressaltar sabores em diferentes pratos.

Se não há dúvidas de que o vinho é um grande protagonista da gastronomia e um ingrediente utilizado até em tratamentos de beleza, a novidade agora é que os rótulos podem ajudar também no processo de emagrecimento. Segundo pesquisas recentes, a bebida contém uma substância chamada piceatanol, responsável por atrasar a geração e o amadurecimento de novas células de gordura.

Além das pesquisas realizadas nos Estados Unidos, na França e na Itália; há estudos que o vinho pode substituir o consumo de carboidrato na dieta e ainda reduzir a necessidade desse grupo de alimentos com o passar do tempo.

Quantidade de vinho branco na dieta

Achei legal essa taça de vinho branco acima, ela vem com três linhas de medidas gravadas. No dia da dieta beba menos, na sexta-feira um pouco mais, e no dia das Mães aproveite para comemorar.

Quanto ao teor calórico, uma taça de 50 ml de vinho branco doce tem cerca de 120 calorias. O tipo de vinho menos calórico é o branco seco, que contém apenas 60 calorias. Mas, vinho tinto é o que mais combina com o inverno!

Aliada a uma dieta balanceada, a bebida afina a silhueta e ainda proporciona benefícios ao coração: promove a vasodilatação, possui efeito anti-inflamatório e reduz níveis do colesterol ruim no organismo. Com tantos benefícios, a indicação é que se consuma uma taça de vinho três vezes por semana ou uma vez ao dia – contanto que se controlem as calorias.

O vinho acompanha o almoço e o jantar

A utilização da bebida na preparação de refeições também é uma opção interessante para quem não quer abrir mão de sabor e saúde à mesa. Acompanha vários pratos da culinária, inclusive aqui no blog já mostrei uma receita light de peixe assado que pode ser feita sem peso na consciência. Em sites de vinhos online também é possível encontrar receitas que somam os benefícios de um bom vinho a ingredientes nutritivos e que harmonizam perfeitamente.

Quem mais concorda que vinho, saúde e bem-estar podem andar de mãos dadas? Eu tô amando! 

 Abraços!

25 de fevereiro de 2013 Tag: , ,

Semente de Chia para emagrecer com saúde!

semente de chia para dieta

Nesse meu momento de reeducação alimentar vou testar a semente chia,  só que não lembro onde foi que eu comprei e nem lembro o preço.

Esse post foi encaminhado por Nircia Viveiros colaboradora do blog.

Depois da linhaça, da quinoa e do amaranto, agora é a vez da Chia se tornar a queridinha de quem vive de dieta ou gosta de uma alimentação saudável. Isso porque ela elimina gorduras, auxiliando no processo de emagrecimento.

A chia é uma semente originária do México e não tem gosto nenhum. Ela é rica em ômega 3, possui fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteína.

Compare:

· 2 vezes mais potássio do que a banana
· 3 vezes mais ferro do que o espinafre
· 6 vezes mais cálcio do que o leite integral
· 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão
· 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água
· 15 vezes mais magnésio do que o brócolis

Semente de Chia Emagrece?


Porque a semente Chia ajuda a perder peso?

Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, a chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento

· Causa saciedade: “suas sementes são ricas em fibras que ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. Diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores”.

· Combate inflamação: “a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeita. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite”.

· Desintoxica: “a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes”.

E tem mais

Além de ajudar a emagrecer, a chia reduz o colesterol, controla a glicemia, ajuda na formação dos ossos, previne o envelhecimento precoce e melhora a imunidade do organismo.

Perfeito, não é?

Mas cuidado! O seu consumo excessivo pode levar ao ganho de peso, pois apesar dos benefícios essa sementinha é bem calórica. Segundo a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, a porção diária recomendada é de 25g mais ou menos 2 colher de sobremesa. (só nessa porção são 55 calorias)

Como consumir?
A chia pode ser encontrada de três formas – in natura (grãos), óleo e farinha.
Você pode consumi-la pura ou misturada a iogurtes, sucos, vitaminas, saladas e em tortas e bolos.

O ideal é ingeri-la 30 minutos antes de duas das principais refeições diárias (café da manhã, almoço ou jantar)

Onde encontrar?

Em lojas de produtos naturais e até em alguns supermercados. (Comprei no Supermercado BH, pacote com 100g – R$8,80)

Mais informações sobre a Semente Chia no site da revista Corpo a Corpo.

Abraços!